Fotografia de casamento, como não fazer a escolha errada.


Vale quanto pesa? – Fotografia de casamento

Dicas para escolher seus fornecedores

20.01.2015

Alguns forncedores de casamento possuem orçamentos que, aos nossos olhos, podem parecer um pouco subjetivos demais.

Fotógrafos são um bom exemplo. Afinal de contas, o que eu preciso levar em consideração na hora de contratar um bom fotógrafo para o meu casamento? Vale o quanto pesa?

A gente te ajuda a fazer essa conta e entender o que você está comprando.

Fotógrafo é, com certeza, um dos fornecedores que mais investe dinheiro na profissão. Câmeras e lentes são objetos caríssimos. Pra você ter uma ideia, uma boa câmera custa, fora do Brasil, 8 mil reais. Gente, isso só a câmera, sem lente. Uma lente boa custa entre 3 e 6 mil reais. E, para fazer um casamento, precisa lá de umas 3 lentes.

Se o fotógrafo comprar no Brasil, esse preço triplica.

Um bom fotógrafo tem, necessariamente, um equipamento adequado. Não precisa ser o último modelo que acabou de lançar. Mas há um mínimo para atender as necessidades.

Tá, mas e se a câmera dele pifar no meio do casamento? (acredite, isso acontece). Acalme-se, se seu profissional for bom, ele terá uma de reserva.

E os assistentes? Pois é, alguns fotógrafos cedem equipamento aos assistentes. Some a isso cabos, baterias, flashes, sombrinhas, leds, pilhas, tripés, malas, alças, etc…

É, a brincadeira é bem cara. Há fotógrafos que carregam consigo até 50.000 reais em câmeras e acessórios. Você nem imaginava, né?

E não vamos esquecer do computador capaz de abrir e tratar imagens super pesadas e de todos os softwares usados no processo.

Tá, mas o que você tem a ver com esse caminhão de dinheiro?

Todo esse equipamento tem desgaste. Você talvez não saiba mas uma câmera tem vida útil. Ela tem um número máximo de cliques. E seu casamento está consumindo esse equipamento.

Outra coisa: já pensou perder 30, 40, 50 mil reais de uma tacada só? Gente, é o valor de um carro! Pois, assim como os carros, fotógrafos pagam (e muito) para manter seus bens no seguro.

Além de tudo isso tem as horas trabalhadas no casamento. O profissional fica, em média 8 horas em ação e tem mais 3 ou 4 horas entre preparação e transporte. Some a isso todas as horas empregadas em pós-produção (seleção e tratamento das fotos).

Há custos com transporte (que são embutidos no preço) e equipe (segundo e terceiro fotógrafo ou assistente). Por falar em equipe, se seu casamento não é um almoço para 20 pessoas, desconfie de quem não leva ninguém. Até mini-weddings necessitam de assistentes.

Mas não é só de equipamento e equipe que vive um fotógrafo, certo? Se assim fosse qualquer um com dinheiro poderia ser um ótimo profissional. Também está no preço a experiência, o comprometimento e o portfólio de quem você vai contratar.

Por isso pondere todos os aspectos. As vezes aqueles reais que você ficou feliz em economizar podem significar um péssimo registro de um dos dias mais importantes da sua vida.

Texto retirado do site: Noiva de Botas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s